domingo, 23 de novembro de 2008

Ana Hatherley

BALADA DO PAÍS QUE DÓI

O barco vai
o barco vem

português vai
português vem

o corpo cai
o corpo dói

português vai
português cai

o barco vai
o barco vem

português vai
português vem

o país cai
o pais dói

o tempo vai
o termpo dói

português cai
português vai
português sai
português dói

CALADOS

Bateu à porta o agente
mostrou o cartão e disse
fomos informados.


Ana Hatherly, "Balada do pais que dói" [1964-1966]
Antologia da Poesia Experimental Portuguesa
Carlos Mendes de Sousa
e Eunice Ribeiro
(organizadores)
Angelus Novus

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial